RECALL (?)

Falta-me um dispositivo da modernidade
Defeito de fabricação
Um sensor que ativa a vontade de ganhar a qualquer custo
A vitória não necessariamente apetece
A derrota se assimila
O jogo não conclui-se
Prefiro o anti-jogo
O compartilhar coletivo
O equilíbrio dinâmico
Sobre vivências, quase inexistem
A angústia do sobreviver atropela e mata
Capta, captura, prende sem cessar
Tortura, vitimiza e acaba
Torna-me obsoleto de forma milimetricamente programada

Anúncios
Publicado em Ensaio, Poesia | Deixe um comentário

Música – Dilemas

Música: Hermes Dias Brito
Letra: Camilo Cazonatto

Publicado em Comunicação, Ensaio, Poesia | Deixe um comentário

Raro Efeito

O ar
raro
liquidado
mercantilizado
valorado

Valor sem sabor
não aromático
não valorado

O ar sai
custa a entrar
nos falta
comprime
reprime
massacra

Calma, alma
suave
suspira
respira
um
mais um
mais outro

E pronto!
Pronto?
Não, sem movimento

Publicado em Ensaio, Poesia | Deixe um comentário

Vai!

A espera
não separa

O tempo
não espera

A saudade
não esvai

A esfera
não se aquieta

Aperta
Melancolia

Sua vida
tua saúde
Seu semblante
Brilhante

A ideia
Sabedoria
Saboreia
Nossa vida

Rua de quem faz
Feitoria de quem ama
Chama
Ascende
e segue…

Vai!

Publicado em Ensaio, Poesia | Deixe um comentário

Conjugue

Poeme-me com a regozija do olhar
Poeme-te com a esperança do sonhar
Poeme-se com afinco e sabedoria
Poeme-nos com sobriedade e paciência
Poeme-vos simplesmente por viver
Poemem-se e, enfim,
Conjuguem o ser

Publicado em Ensaio, Poesia | Deixe um comentário

Micro Conto – KKK

O “humorista” diz:
– Não há racismo no Brasil!
O público confirma:
– KKK

Publicado em Micro Contos | Deixe um comentário

Micro Conto – Um dia de domingo

“Pai, hoje é um não dia de aula, sabia?”

Publicado em Ensaio, Micro Contos | 1 Comentário